Encadernação e Reencadernação

A encadernação e reencadernação são os processos de conservação mais eficientes.

Nesta fase, só será alvo de encadernação, a publicação que após o diagnóstico é definida para tal.

Actualmente, a encadernação mais usada é a que faz o recurso à cola, ou seja, do tipo capa solta, aquela na qual os cadernos ou folhas soltas são presos entre si para formar um bloco, utilizando uma camada de adesivo sintético ou cola, que além de serem ácidos, com o manuseio intenso soltam-se com facilidade.

encadernaoarqmadeirabq8.jpg

Deverá dar-se preferência ao uso de produtos alcalinos contudo, quando assim não for possível, o material ácido deverá ser isolado com papel alcalino para evitar o contacto directo com o interior da obra evitando a acidificação das páginas.

No documento que apresentar folhas soltas ou a encadernação estiver fragilizada, deverá ser efectuado o reforço. No caso de material mais recente, e tratando-se de encadernação de época, a obra deverá ser apenas acondicionada.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License